Quinta-feira, 16 de Abril de 2015

Efemérides Artísticas do Dia

.

- A 16 de Abril de 1844, nasce Anatole France, escritor francês (f. 1924) :

A. France.jpg

Jacques Anatole François Thibault, mais conhecido como Anatole France (Paris, 16 de abril de 1844Saint-Cyr-sur-Loire, 12 de outubro de 1924) foi um escritor francês.

De tom céptico, suas publicações obtiveram grande sucesso. Seu primeiro grande êxito foi O Crime de Silvestre Bonnard, premiado pela Academia francesa. Outras obras são: Thais, O Lírio Vermelho, O poço de Santa Clara, A Rebelião dos anjos, etc.

Segundo Fulgrosse, durante a guerra Franco-Prussiana (1870-1871), Anatole France participou na defesa de Paris como guarda nacional, integrado na 1ª Companhia do 20º Batalhão da Guarda Nacional do Sena (companhias de guerra), na reserva no reduto de Faisanderie (Joinville-le-Pont) enquanto decorria a batalha de Champigny, foi declarado impróprio ao serviço por ser de fraca constituição e passou a cívil em Janeiro de 1871. Foge de Paris no início da insurreição da Comuna de Paris.

Tendo sido primeiramente bibliotecário do Senado, foi eleito para a Academia francesa em 23 de janeiro de 1896, para a poltrona 38, onde sucedeu a Ferdinand de Lesseps. Foi recebido na Academia Francesa em 24 de dezembro de 1896.

Anatole France apoiou a Émile Zola no caso Dreyfus; ao dia seguinte da publicação do "J'accuse", assinou a petição que pedia a revisão do processo. Devolveu sua Legião de Honra quando foi retirada a de Zola. Participou na fundação da Liga dos Direitos do Homem.

Foi laureado com o Nobel de Literatura de 1921, pelo conjunto de sua obra.

Obra :

Poesia

  • Les Légions de Varus, poema publicado em 1867 na Gazette rimée.
  • Poèmes dorés (1873)
  • Les Noces corinthiennes (A esposa de Corintio) (1876)

Prosa de ficção

  • Jocaste et Le Chat maigre (Jocasta e o gato faminto) (1879)
  • Le Crime de Sylvestre Bonnard (O crime de Silvestre Bonnard) (1881)
  • Les Désirs de Jean Servien (As aspirações de Jean Servien) (1882)
  • Abeille (Abelha) (1883)
  • Balthasar (1889)
  • Thaïs (1890)
  • L’Étui de nacre (Mãe de perola) (1892)
  • La Rôtisserie de la reine Pédauque (Ao sinal do reino Pédauque) (1892)
  • Les Opinions de Jérôme Coignard (As opiniões de Jerome Coignard) (1893)
  • Le Lys rouge (O lirio vermelho) (1894)
  • Le Puits de Sainte Claire (O poço de Saint Clare) (1895)
  • L’Histoire contemporaine (Uma cronica contemporânea)
    • 1: L’Orme du mail (A arvore olmo no mercado)(1897)
    • 2: Le Mannequin d'osier (The Wicker-Work Woman) (1897)
    • 3: L’Anneau d'améthyste (O anel ametista) (1899)
    • 4: Monsieur Bergeret à Paris (Senhor Bergeret em Paris) (1901)
  • Clio (1900)
  • Histoire comique (Um conto de Mummers) (1903)
  • Sur la pierre blanche (A pedra branca) (1905)
  • L'Affaire Crainquebille (1901)
  • L’Île des Pingouins (A Ilha dos pinguins) (1908)
  • Les Contes de Jacques Tournebroche (The Merrie Tales of Jacques Tournebroche) (1908)
  • Les Sept Femmes de Barbe bleue et autres contes merveilleux (As 7 esposas do barba azul e outros incriveis contos) (1909)
  • Les dieux ont soif (Os deuses estão sedentos) (1912)
  • La Révolte des anges (A revolta dos anjos) (1914)

Memórias

  • Le Livre de mon ami (My Friend's Book) (1885)
  • Pierre Nozière (1899)
  • Le Petit Pierre (Little Pierre) (1918)
  • La Vie en fleur (The Bloom of Life) (1922)

Peças

  • Au petit bonheur (1898)
  • Crainquebille (1903)
  • La Comédie de celui qui épousa une femme muette (The Man Who Married A Dumb Wife) (1908)
  • Le Mannequin d'osier (The Wicker Woman) (1928)

Biográfia historica

  • Vie de Jeanne d'Arc (The Life of Joan of Arc) (1908)

Critica literaria

  • Alfred de Vigny (1869)
  • Le Château de Vaux-le-Vicomte (1888)
  • Le Génie Latin (1909)

Critica social

  • Le Jardin d’Épicure (The Garden of Epicurus) (1895)
  • Opinions sociales (1902)
  • Le Parti noir (1904)
  • Vers les temps meilleurs (1906)
  • Sur la voie glorieuse (1915)
  • Trente ans de vie sociale, em quatro volumes, (1949, 1953, 1964, 1973)

.

- Em 16 de Abril de 1889, nasceu Charlie Chaplin, ator e cineasta inglês, imortalizado como Charlot  (f. 1977) :

Charles-chaplin.jpg

Sir Charles Spencer Chaplin, mais conhecido como Charlie Chaplin (Londres16 de abril de 1889Corsier-sur-Vevey , 25 de dezembro de 1977), foi um ator, diretor, produtor, humorista, empresário, escritor, comediante, dançarino, argumentista e músico britânico. Chaplin foi um dos atores mais famosos da era do cinema mudo, notabilizado pelo uso de mímica e da comédia pastelão. É bastante conhecido pelos seus filmes O Imigrante, O Garoto, Em Busca do Ouro (este considerado por ele seu melhor filme), O Circo, Luzes da Cidade, Tempos Modernos, O Grande Ditador, Luzes da Ribalta, Um Rei em Nova Iorque e A Condessa de Hong Kong.

Influenciado pelo trabalho dos antecessores - o comediante francês Max Linder, Georges Méliès, D. W. Griffith Luís e Auguste Lumière - e compartilhando o trabalho com Douglas Fairbanks e Mary Pickford, foi influenciado pela mímica, pantomima e o género pastelão e influenciou uma enorme equipe de comediantes e cineastas como Federico Fellini, Os Três Patetas, Peter Sellers, Milton Berle, Marcel Marceau, Jacques Tati, Rowan Atkinson, Johnny Depp, Michael Jackson, Eduardo Sterblitch, Sacha Baron Cohen, Harold Lloyd, Buster Keaton e outros diretores e comediantes. É considerado por alguns críticos o maior artista cinematográfico de todos os tempos, e um dos "pais do cinema", junto com os Irmãos Lumière, Georges Méliès e D.W. Griffith.

Charlie Chaplin atuou, dirigiu, escreveu, produziu e financiou seus próprios filmes, sendo fortemente influenciado por um antecessor, o comediante francês Max Linder, a quem dedicou um de seus filmes. Sua carreira no ramo do entretenimento durou mais de 75 anos, desde suas primeiras atuações quando ainda era criança nos teatros do Reino Unido durante a Era Vitoriana quase até sua morte aos 88 anos de idade. Sua vida pública e privada abrangia adulação e controvérsia. Juntamente com Mary Pickford, Douglas Fairbanks e D. W. Griffith, Chaplin fundou a United Artists em 1919.

Seu principal e mais famoso personagem foi The Tramp, conhecido como Charlot na Europa . Consiste num andarilho pobretão que possui todas as maneiras refinadas e a dignidade de um cavalheiro (gentleman), usando um fraque preto esgarçado, calças e sapatos desgastados e mais largos que o seu número, um chapéu-coco ou cartola, uma bengala de bambu e - sua marca pessoal - um pequeno bigode-de-broxa.

Foi também um talentoso jogador de xadrez e chegou a enfrentar o campeão americano Samuel Reshevsky.

Em 2008, numa resenha do livro Chaplin: A Life, Martin Sieff escreve: "Chaplin não foi apenas 'grande', ele foi gigantesco. Em 1915, ele estourou um mundo dilacerado pela guerra trazendo o dom da comédia, risos e alívio enquanto ele próprio estava se dividindo ao meio pela Primeira Guerra Mundial. Durante os próximos 25 anos, através da Grande Depressão e da ascensão de Hitler, permaneceu no emprego. Ele foi maior do que qualquer um. É duvidoso que algum outro indivíduo tenha dado mais entretenimento, prazer e alívio para tantos seres humanos quando eles mais precisavam.

Por sua inigualável contribuição ao desenvolvimento da sétima arte, Chaplin é o mais homenageado cineasta de todos os tempos, sendo ainda em vida condecorado pelos governos britânico (Cavaleiro do Império Britânico) e francês (Légion d 'Honneur), pela Universidade de Oxford (Doutor Honoris Causa) e pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos (Oscar especial pelo conjunto da obra, em 1972).

,

- A 16 de Abril de 1924, nascia Henry Mancini, compositor americano (f. 1994) :

H. Mancini.jpg

Henry Mancini, nascido Enrico Nicola Mancini, (Cleveland, 16 de abril de 1924Beverly Hills, 14 de junho de 1994) foi um compositor, pianista e orquestrador americano. Dono de um apuro estético muito sofisticado no arranjo de suas músicas e tendo sido um melodista excepcional, ele é melhor lembrado como sendo um dos mais conhecidos compositores de bandas sonoras para a televisão e o cinema, ganhando um número considerável de prémios Grammy (incluindo um de reconhecimento, em 1995).

Temas selecionados :

Grammys :

  • 1958
    • Best Arrangement - The Music From Peter Gunn
    • Album Of The Year - The Music From Peter Gunn
  • 1960
    • Best Arrangement - Mr. Lucky
    • Best Jazz Performance Large Group - Blues And The Beat
    • Best Performance By An Orchestra - Mr. Lucky
  • 1961
    • Song Of The Year - Moon River
    • Best Arrangement - Moon River
    • Best Performance By An Orchestra - For Other Than Dancing - Breakfast At Tiffany's
    • Record Of The Year - Moon River
    • Best Sound Track Album/Recording Of Score From Motion Picture/Television - Breakfast At Tiffany's
  • 1962
    • Best Instrumental Arrangement - Baby Elephant Walk
  • 1963
    • Song Of The Year - The Days Of Wine And Roses
    • Best Background Arrangement - The Days Of Wine And Roses
    • Record Of The Year - The Days Of Wine And Roses
  • 1964
    • Best Instrumental Arrangement - The Pink Panther
    • Best Instrumental Performance Non-Jazz - The Pink Panther
    • Best Instrumental Composition (Other Than Jazz) - The Pink Panther Theme
  • 1969
    • Best Instrumental Arrangement - Love Theme From Romeo And Juliet
  • 1970
    • Best Instrumental Arrangement - Theme From Z
    • Best Contemporary Instrumental Performance - Theme From Z And Other Film Music
  • 1995
  • 1998
    • Grammy Hall Of Fame Award - The Music From Peter Gunn
  • 1999
    • Grammy Hall Of Fame Award - Moon River
  • 2001
    • Grammy Hall Of Fame Award - The Pink Panther
  • 2003
    • Grammy Hall Of Fame Award - The Days Of Wine And Roses
  • 2005
    • Grammy Hall Of Fame Award - Peter Gunn

.

NelitOlivas

 

publicado por picareta escribante às 07:30
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

14
17


29
30
31


.posts recentes

. Efemérides Artísticas do ...

.arquivos

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub